quinta-feira, 14 de março de 2013

Coluna do Professor sobre sinal vermelho na Câmara para o governo Gonçalo Diogo - Timtim por Timtim.


Acendeu o sinal vermelho na base parlamentar do governo Gonçalo Diogo na Câmara!!!
Traduzindo a linguagem dos semáforos para a política de Nova Russas, notadamente das relações do Poder Legislativo em relação ao Poder Executivo, diríamos que acendeu o sinal vermelho para o governo Gonçalo Diogo.
Sessão parlamentar do dia 11 de março foi um sinal vermelho para Gonçalo Diogo. A própria base parlamentar de apoio se rebelou contra o governo Gonçalo Diogo. 'Fogo parlamentar amigo' contra o governo local.
Tudo bem que houve críticas e ataques dos vereadores oposicionistas Denílson (PSD), Karla Loyola (PC do B), Rejane, do PSB, e Teixeira, membro do PSC; mas os ataques mais duros vieram de um vereador da base parlamentar de apoio a Gonçalo Diogo. Vereador governista até a medula.
Pedro Lira, do PPS, começou seu discurso dizendo:
"Sou do lado do governo, mas não vou concordar com coisas erradas do atual governo".
Coisas erradas, para o vereador Pedro Lira, referem-se a vários problemas vividos pelo governo municipal. Excesso de fiscalização do trânsito, lamentando até a prisão do carro do Zé Bocão, levado para Crateús, é um deles. Problema do transporte escolar e outros, também foram outros problemas administrativos citados por Pedro Lira.
Outra parlamentar da base governista também se rebelou na presente sessão. Kátia cobrou direitos e garantias fundamentais para os professores municipais e servidores da educação, não efetivados pelo atual governo.
Sinal vermelho é perigo. Há o perigo iminente de Gonçalo Diogo ficar em minoria na Câmara. O que seria péssimo. Prefeito algum governa sem maioria na Câmara de Vereadores. Todo mundo sabe como terminou o governo Marcos Alberto, que tentou governar sem a Câmara.
Críticas parlamentares refletem apenas o péssimo momento da atual administração. Nossos graves problemas continuam sem solução. Administração tem sido fraca e incompetente, em muitos aspectos.
Governo Gonçalo Diogo não procura resolver nossos mais graves problemas. Quando procura resolver, resolve apenas pela metade. Secretários, alguns de outros municípios, não conhecem bem Nova Russas. Secretário de Obras, João Gomes, que é de Santa Quitéria talvez não saiba nem onde fica o Bairro do Viradouro.
Daí que continuem problemas diversos de falta de merenda escolar [dizem que chegou, mas com bastante atraso], de transporte dos alunos, de saneamento básico, de falta de água, entre outros. Até mesmo caos na saúde pública e na própria falência de órgãos da administração pública.
Governo Gonçalo deve imediatamente convocar seus bombeiros na Câmara. Apagar o 'fogo amigo parlamentar' contra seu governo. 
Mais. Equipe do governo Gonçalo Diogo é fraca. Seu primeiro escalão de secretários e de comissionados é formado apenas por correligionários da última campanha, amigos do peito e por parentes bem próximos. Equipe de governo sem um projeto para governar bem Nova Russas. 
Permitindo que o sinal parlamentar volte a ficar verde. Garantindo a governabilidade do seu governo. Voltando a ficar harmônicas as relações com o Poder Legislativo.
________________________________
Analisando os 13 vereadores em relação à administração Gonçalo Diogo...
Dos 13 vereadores com assento na Câmara, o governo Gonçalo Diogo teria apoio de cerca de 9 deles. Mas há rebeliões na própria base parlamentar. Não seria uma utopia irrealizável Gonçalo Diogo passar a ser minoria.
Tudo por conta da independência de alguns vereadores. O próprio Pedro Lira é da base do advogado Carlos Eduardo da Escóssia, um dos principais opositores jurídicos e políticos do governo Gonçalo Diogo. E os Vereadores Kátia Santos, PSL, e Socorrinha Arraes, filiada ao PSD, são da base parlamentar de Paulo Evangelista -que não é aliado incondional de Gonçalo Diogo.
Outra coisa. Kapita e Socorrinha Holanda, vereadores do PDT, são governistas, sim, mas ninguém sabe até quando.
 Ambos são profissionais da política. Não vão defender ações indefensáveis do governo Gonçalo Diogo. Só vão defender o governo Gonçalo até quando tal governo for defensável.
Zé Roberto, vereador inteligente representando o distrito de Nova Betânia, é um parlamentar governista mas com visão crítica. Não vai ser governista por ser governista, aceitando tudo do governo Gonçalo. Nada disso.
Defesa mesma do governismo Dioguista só mesmo com o vereador e líder do PV na Câmara, Antonio Carlos. Antonio Carlos tem sido habilidoso e inteligente para defender as ações do atual governo. Até pediu calma e paciência aos vereadores de oposição. Tem tudo para ser líder do governo Gonçalo.
Mas defesa apaixonada mesmo do governo Gonçalo parte da cunhada e atua presidente da Câmara, Emília Diogo. Emília responde a todas as críticas dirigidas contra Gonçalo Diogo. Governista 100%. 
Sem falar que os vereadores Denílson e Rejane, da base acacista, Karla Azulão Loyola; e o próprio vereador Teixeira, filiado ao PSC, já estão firmes na oposição. Oposição dura, mas responsável. 
Espera-se que o prefeito Gonçalo Diogo tenha habilidade. Habilidade para manter sua base parlamentar de apoio. Espera-se que continue com maioria dos 13 vereadores.
Fato parlamentar a partir de uma lição política: prefeito sem Câmara não governa. Desgoverna. Cassado.
Fica a lição parlamentar, portanto, para Gonçalo. Antes que seja tarde.
Produção legislativa de Socorrinha Holanda é bem positiva...
Vereadora de vários mandatos, Socorrinha Holanda fez três importantes proposições parlamentares. Cobrou a Unidade da Mulher, saneamento da Rua Leonardo Araújo; e a ampliação da arquibancada do estádio municipal.
Zé Roberto: destaque parlamentar!
Para quem achava, que, o vereador Zé Roberto em seu primeiro mandato parlamentar, não iria ter sucesso, enganou-se totalmente. Zé Roberto tem sido um vereador dos mais atuantes. Boa produção legislativa.
Através de requerimentos e proposições, Zé Roberto tem feito muitas cobranças ao prefeito Gonçalo Diogo. Posto de Saúde de Lagedo foi a última. Idem a Passagem Molhada do Riacho do Fuzil, entre outras reinvindicações importantes para Nova Betânia e regiões.
Razões que fazem de Zé Roberto um vereador democrático e participativo. Reeleição garantida.
Artigo 43 explica...
Se, para uns, e para a própria presidente da Câmara, Emília Diogo, o vereador Denílson, na tribuna, ao usar a expressão: pimenta no dos outros, é refresco!, teria cometido quebra de decoro parlamentar; para o artigo 43 da Lei Orgânica de Nova Russas, a resposta é não:
"Quando diz que, no âmbito territorial, os vereadores são invioláveis por palavras e pelo que dizem.
Polêmica à parte, juristas estão com a palavra.
A política é mesmo dinâmica...
Para que tem memória política, acha estranho a união de sorrisos colgates entre o vereador Denílson e a vereadora Karla Loyola, do PC do B. Viviam brigando, na legislatura passada, como cão e gato; e hoje estão na maior unidade política e parlamentar. Vixe.
Vício de linguagem...
Vereadora Karla Loyola repete demais a expressão né.
Só lembrando...
Vereador Kapita faltou à sessão por motivos de doença. Mandou atestado médico comprovando tudo.
Graças a Deus duas vezes...
Socorrinha Arraes ficou totalmente muda na última sessão.
Túnel do tempo...
Que fim levou o 'Carlim Pamonha', que sempre comparecia às sessão da Câmara na época do governo Marcos?
É o novo!
Eleitor das antigas lembrando que, em 1992, ao lado de Emília Diogo, fazia campanhas eleitorais para Dioguinho.
________________________________
Colunista: Professor Tim é cientista político e foi coordenador das campanhas presidenciais de Lula em Nova Russas. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário